O Sexismo Cultural


Hoje é o "Dia da Mulher Guineense”. Uma efeméride que não tem qualquer tipo de repercussão prática na vida de "nô padiduris", limitando-se apenas a um mero formalismo institucionalista para engodar a inoperante opinião pública e continuar a perpetuar as assimetrias e tremendas desigualdades sociais entre ambos os sexos. A Guiné-Bissau é um país sexista e misógino. Não é feito para o sucesso das mulheres, infelizmente. A autonomia e a afirmação das mulheres não é algo bem visto na nossa caduca sociedade de "matchundadi”, tal como oportunamente denunciei há sete anos (LER). E tudo isto acaba por acentuar, de forma considerável, o abuso e a descriminação que inúmeras mulheres enfrentam penosamente no seu quotidiano. 

Da minha parte, resta-me desejar as maiores felicidades do mundo a todas as mulheres Guineenses, dentro e fora do país, especialmente às que estão a passar por sérias adversidades nos mais variados contextos. Muitos parabéns pela vossa Coragem, Força, Valentia, Determinação e Inspiração!